"Regional Prospective Observational Research in Tuberculosis (RePORT) International"

Sumário

RePORT INTERNACIONAL:  US NIH, Divisão de AIDS (DAIDS) estabeleceu colaborações com os países Brasil, India, China, Africa do Sul e Indonesia, sob co-financiamento para atividades conjuntas visando:

a) aumentar a velocidade de progresso na eliminação da tuberculose

b) aumentar a capacidade de cientistas e instituições em ambientes de alta carga de TB para realizar pesquisas clínicas de alta qualidade

Fase inicial prioriza estudos observacionais para compreender a epidemiologia local. Nos sites participantes, por meio de protocolos comuns, desenvolvem habilidades básicas de pesquisa na área de laboratório e  gerenciamento de dados

O consórcio US NIH RePORT iniciou com India e Brasil em 2013, Africa do Sul em 2016, e China e Indonésia em 2017. No Brasil, por meio do auxílio da Rede TB, NIH e Decit-SCTIE-MS formalizaram acordo para viabilizar o início do RePORT Brazil em 5 sites (FMT-HVD no Amazonas, IBIT-FJS na Bahia, INI-Fiocruz / Rocinha-SMS-RJ / CMS-Caxias-UFRJ no Rio de Janeiro)

A equipe de pesquisadores em TB envolvida no RePORT concordou em aderir a uma plataforma padronizada para coleta de dados e espécimes, formando a base para estudos de biomarcadores e outras pesquisas científicas sobre o futuro, incluindo o potencial de tratamento e testes de vacinas.

Na próxima reunião do RePORT Internacional que ocorrerá em 12 e 13 de setembro no Rio de Janeiro, a Rede TB indicou pesquisadores nacionais para participar do evento, além dos co-investigadores principais, coordenadores de Áreas da Rede TB

 

 

 

Reunião Anual do "Regional Prospective Observational Research in Tuberculosis (RePORT) International"  [em anexo]

12-13 de setembro de 2017

Hotel Pestana

Rio de Janeiro, Brasil

 

Tema: Tuberculose e co-morbidades: implicações para controle e eliminação da tuberculose

Objetivos gerais da reunião:

1. Compreender a situação atual da tuberculose no Brasil

2. Compreender o impacto  de co-morbidades específicas para tuberculose no Brasil e em outros países de apoio

3. Identificar formas de abordar essas co-morbidades para promover o controle e a eliminação da TB.

4. Facilitar a comunicação e a colaboração com investigadores e agências governamentais envolvidas em REPORT
 


Sobre a REDE-TB

A Rede Brasileira de Pesquisa em Tuberculose (REDE-TB) é uma Organização Não Governamental (ONG) de direito privado sem fins lucrativos, preocupada em auxiliar no desenvolvimento não só de novos medicamentos, novas vacinas, novos testes diagnósticos e novas estratégias de controle de TB, mas também na validação dessas inovações tecnológicas, antes de sua comercialização no país e/ou de sua implementação nos Programa de Controle de TB no País.


bt2

Contato

E-mail: redetb.rp@gmail.com

Tel: +55 (21)3938 - 2426
Tel/ Fax: +55 (21)3938 - 2431.

Endereço: Avenida Carlos Chagas Filho, 791, Cidade Universitária - Ilha do Fundão, Rio de Janeiro, RJ - Brasil. CEP: 21941-904

Assine a newsletter da REDE-TB

Curta REDE-TB no Facebook