Definição da área

A área se dedica principalmente ao estudo de tuberculose bovina. A enfermidade é uma importante causa de perdas econômicas, tanto em relação aos rebanhos individualmente, como para a economia dos países onde esta ainda ocorre. Neste sentido, o estudo tem como principal objetivo o desenvolvimento de novos métodos de diagnóstico e de sua avaliação em condições brasileiras, tanto ao nível de pecuária de leite quanto de corte. 


Objetivo

Avaliar a utilização do de novos métodos de diagnóstico, produzidos nos laboratórios ou comerciais. Adicionalmente estaremos desenvolvendo métodos novos ligados ao diagnóstico direto e indireto da enfermidade, com o uso de proteínas recombinantes e novos antígenos. 

Paralelamente, estaremos construindo um modelo de análise de custo-efetividade para as metodologias com acurácia adequada a serem utilizadas como abordagens diagnósticas da tuberculose bovina, determinar os custos da introdução de um novo teste, e determinar a razão de custo-efetividade adicional em reais por cada caso de tuberculose bovina diagnosticado pelos métodos propostos, comparados com a metodologia convencional.

Por fim, pretendemos sugerir a adoção de estratégias de controle de Tuberculose bovina no Estado do Rio de Janeiro, baseado nos resultados obtidos, os quais eventualmente poderão também ser aplicados no restante do país.



Desafios elencados pela área

a)    Padronização de testes diagnósticos imunológicos  e moleculares para tuberculose bovina
b)    Utilização e purificação de antígenos recombinantes para utilização como antígenos de captura e confecção de uma nova PPD (recombinante)
c)    Estabelecer estratégias mais eficazes de controle de acordo com níveis de sensibilidade de cada teste e a relação custo-benefício de sua aplicação


Propostas em andamento (ou finalizadas) para enfrentar esses desafios

Contamos com apoio da FAPERJ, CNPq, CAPES e do MAPA para desenvolvimento de nossos projetos. Estabelecemos uma rede de laboratórios em todo o país e no exterior que se dedica ao estudo da tuberculose bovina. Assim nos últimos anos publicamos cerca de 40 artigos em periódicos nacionais ou internacionais divulgando os avanços conseguidos, além de participação em diversos eventos, congressos e outras reuniões.



Metas

  • Critérios nacionais para diagnóstico de tuberculose bovina, de modo a diminuir sua incidência no território nacional com custos que sejam compatíveis  com a realidade da agropecuária nacional
  • Desenvolvimento de testes diagnósticos a campo mais sensíveis e específicos
  • Desenvolvimento de testes sorológicos laboratoriais  mais simples e eficazes
  • Testes laboratoriais para tipagem de M.bovis – montagem de um banco de cepas
  • Purificação de proteínas para uso diagnóstico a campo ou em laboratório

 

Conheça os trabalhos publicados pela área Micobacterioses de interesse veterinário /Tuberculose animal, acessando a áreaPublicações no menu do topo!!!


Sobre a Rede TB

A Rede Brasileira de Pesquisa em Tuberculose (REDE-TB) é uma Organização Não Governamental (ONG) de direito privado sem fins lucrativos, preocupada em auxiliar no desenvolvimento não só de novos medicamentos, novas vacinas, novos testes diagnósticos e novas estratégias de controle de TB, mas também na validação dessas inovações tecnológicas, antes de sua comercialização no país e/ou de sua implementação nos Programa de Controle de TB no País.


bt2

Contato

E-mail: redetb.rp@gmail.com

Tel: +55 (21)3938 - 2426
Tel/ Fax: +55 (21)3938 - 2431.

Endereço: Avenida Carlos Chagas Filho, 791, Cidade Universitária - Ilha do Fundão, Rio de Janeiro, RJ - Brasil. CEP: 21941-904

Assine a newsletter da Rede TB

Curta Rede TB no Facebook